CIDADES

Previdência bloqueia benefícios no Estado

Previdência bloqueia benefícios no Estado
21/01/2010 05:46 -


Estão bloqueados os benefícios de 147 aposentados e pensionistas da Agência de Previdência de Mato Grosso do Sul (Ageprev) que não se recadastraram durante a campanha realizada no ano passado. O valor é de cerca de R$ 250 mil, segundo o diretor da agência, Moacyr Salles. A lista de beneficiários com pendências foi publicada na edição de ontem do Diário Oficial do Estado e engloba apenas os aniversariantes de janeiro. No total, aproximadamente 1,5 mil pessoas correm o risco de perder os pagamentos, e a cada mês serão publicadas novas listagens, com base no mês de nascimento. Esses benefícios bloqueados serão liberados mediante o recadastramento, que pode ser feito em qualquer agência do Banco do Brasil, em todo o País. O aposentado ou pension ista terá de apresentar documentos pessoais e informar os dados cadastrais e de dependentes. A medida é para evitar que pessoas que já morreram continuem recebendo os vencimentos. “Em alguns casos, constatamos esse tipo de irregularidade. Realizamos os procedimentos para abrir os processos, após nos certificarmos de que realmente a pessoa agiu de má-fé. Estamos em busca do atestado de óbito, para não cometer injustiças”. Em todo o Estado são cerca de 16 mil pessoas ligadas à Ageprev, que representam uma folha de R$ 36 milhões. Por duas vezes, o prazo para a atualização cadastral foi prorrogado e a última chamada ocorreu em novembro do ano passado. Recadastramento Na ocasião, segundo Moacyr Salles, faltavam ainda 3,8 mil pessoas para se apresentarem nas agências bancárias e foi solicitada no órgão a conferência de i n formações. “Env i amos correspondência a essas pessoas, os avisos vinham nos holerites, divulgamos na imprensa. Agora, com a notícia da suspensão, acredito que as pessoas vão nos procurar para regularizar a situação”, comentou o diretor da agência. A atualização dos dados, segundo ele, não era feita desde 2002. O telefone da Ageprev, para mais informações, é (67) 3323-7350. (ST)
smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".