Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

violência

Presos seis assaltantes que renderam família

15 DEZ 2010Por bruno grubertt02h:15

A ação de seis assaltantes que renderam uma família em São Gabriel do Oeste para roubar um veículo foi frustrada por agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na madrugada de ontem. Dois deles levariam o carro para Campo Grande mas, quando foram abordados pelos policiais, não apresentaram documentos. Eles foram conduzidos até a sede da Polícia Militar, na Cidade, onde o crime foi descoberto e os autores presos.

No fim da noite de segunda-feira, seis criminosos, entre eles uma mulher e um adolescente, invadiram a casa de uma família que aguardarva a chegada de parentes. Armados e usando de violência, os ladrões procuravam por dinheiro e, a todo o momento, perguntavam sobre a localização de um cofre na casa. Eles chegaram a apontar uma arma para a cabeça de uma criança de dois anos. Dois deles roubaram o automóvel Ecosport da família e deveriam levá-lo para Campo Grande. Nesse tempo, os outros quatro bandidos renderiam a família, para evitar denúncias.

No entanto, os bandidos foram parados por agentes da PRF que faziam fiscalização de rotina em frente ao posto de São Gabriel do Oeste. Os policiais pediram o documento do veículo e eles apresentaram, apenas, um suposto recibo de compra. Os agentes, então, desconfiaram dos dois e resolveram levá-los até a Polícia Militar do município para checar a propriedade do automóvel e a identidade dos suspeitos.

Ao chegar na sede da força policial, os agentes rodoviários foram informados de que acabara de chegar à PM denúncia de que a família havia sido feita refém e o carro roubado. Então, foi dada voz de prisão aos bandidos.

Os outros quatro, que estavam na casa da família, não foram encontrados nessa hora, porque foram avisados por telefone pelos que estavam sendo conduzidos até a PM. Porém, ontem de manhã, policiais civis e militares de São Gabriel do Oeste conseguiram chegar a uma casa, que suspeita-se ser usada como boca de fumo, onde estavam os outros quatro acusados — incluindo um adolescente e uma mulher de 22 anos, acusada de chefiar o bando. Todos foram reconhecidos pelas vítimas, o carro e R$ 500 roubados por eles foram recuperados.

Leia Também