Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, domingo, 18 de novembro de 2018

Presos que fugiram em MT pertencem ao novo cangaço

21 AGO 2012Por G122h:00

O delegado chefe da Gerência de Combate ao Crime Organizado de Mato Grosso (GCCO), Flávio Stringueta, disse que alguns reeducandos que fugiram da Penitenciária Central do Estado, antigo presídio do Pascoal Ramos, em Cuiabá, nesta segunda-feira (20) possuem ligação com quadrilhas de assalto a bancos, na modalidade "novo cangaço". "Os principais nomes do novo cangaço no estado que tiveram dificuldades para serem capturados pela polícia estavam entre os fugitivos e há informações de que eram os mentores da fuga", afirmou. Segundo ele, a maioria deles é de alta periculosidade.

Uma nova recontagem dos presos por meio de nomes e fotos foi feita nesta terça-feira (21). Vinte e seis presos fugiram e, até agora, 13 foram recapturados. Eles escaparam através de um buraco aberto no muro lateral do presídio após uma explosão causada por pessoas que estavam na parte externa. Funcionários da penitenciária disseram que o clima é tenso no interior do presídio. Os detentos estão agitados, como mostram imagens cedidas à TV Centro América, afiliada da Rede Globo.

Para fugir os detentos serraram as grades das celas e pularam para o pátio do presídio. A penitenciária possui cinco pavilhões. Os fugitivos estavam no raio 3, prédio que fica mais próximo ao muro. Com a explosão e abertura do buraco, eles tiveram acesso à rua. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também