quinta, 19 de julho de 2018

TRÊS LAGOAS

Presos os acusados de morte de aposentado

22 JAN 2011Por RÁDIO CAÇULA15h:05

Investigações da Delegacia de Investigações Gerais (DGI) levaram à prisão, na tarde de ontem, de três pessoas suspeitas de participar do assassinato de Mizael Vicente Ferreira de 67 anos, na quarta-feira (19) no Bairro Vila Nova. 

A Policia Militar descartou a possibilidade deter sido um latrocínio (roubo seguido de morte), pois nada havia sido levado do local, mas agora a suspeita é de que tenha havido uma tentativa frustrada de roubar o aposentado.

O primeiro a ser preso foi F. F. S de 20 anos vulgo Frank. Ele foi surpreendido na Rua Josino da Cunha Viana, no bairro Vila Nova, próximo a uma padaria. Depois os militares foram à residência de J. A. S de 19 anos, no bairro Paranápunga. Ao avistar a viatura da DIG o suspeito tentou fugir do local, mas foi detido. O terceiro acusado é T. G. C de 21 anos que foi preso em casa, localizada no bairro Jardim das Violetas.

Dois dos acusados foram liberados do Presídio de Segurança Média no último dia 26 de dezembro. T. G. C, tem passagem pela policia por formação de quadrilha, roubo e trafico de drogas, e J. A. S tem passagem por furto, receptação e trafico de entorpecentes.

Os acusadps não assumiram a culpa e cada um joga a responsabilidade do crime no outro, sendo assim, segundo a polícia, há evidências de que todos tiveram participação no homicídio.

Uma das filhas de Ferreira, a S. A. C de 43 anos chegou a acusar o irmão M. J. F de 29 anos, de ter matado o pai, segundo as acusações de S. A. C, seu irmão seria usuária de entorpecentes e teria assassinado o próprio pai, o rapaz negou e até registrou um boletim de ocorrência de calunia contra a irmã.

O caso
Mizael Vicente Ferreira foi morto a tiros na cabeça em sua residência localizada na Rua Duque de Caxias, no bairro Vila Nova. O assassinato ocorreu na madrugada do último dia 19 de janeiro.

A principio, os policiais suspeitaram que se tratasse de um latrocínio, mas logo perceberam que não faltava nada na residência, os policiais descartaram essa possibilidade, mas agora com a prisão dos autores descobriram que foi uma tentativa de roubo que não deu certo. 
 

Leia Também