Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

sábado, 23 de fevereiro de 2019 - 22h19min

Preso policial acusado de assalto a banco

5 FEV 10 - 02h:34
O policial militar Guilherme Vaz Lopes Luís, 25 anos, acusado de ser um dos responsáveis pelo assalto ao caixa eletrônico do Banco do Brasil, em Caarapó, já está preso. Depois de vários dias de investigação e de ser apontado com o suspeito do roubo, Vaz foi preso por mandado judicial, em Dourados. Com ele também foi presa a namorada, Cintia Aparecida Loureiro, 21 anos, que teve participação ativa no crime e que seria a pessoa que havia ficado com o dinheiro do roubo. A prisão foi cumprida por uma equipe do Garras, que levou a mulher para Campo Grande, enquanto o policial foi encaminhado para o 3º Batalhão da PM de Dourados, onde era lotado. O crime ocorreu no dia 9 de janeiro e a partir daí as investigações foram iniciadas. Uma denúncia anônima levou a polícia até a mulher, porque algumas notas com cheiro de fumaça foram passadas no comércio, tanto de Caarapó como de Dourados. Os responsáveis pelo crime utilizaram um maçarico para abrir o caixa e muitas cédulas foram queimadas parcialmente. Após identificar a mulher, a polícia localizou em sua casa parte do dinheiro e resgatou móveis, eletrodomésticos e outros produtos que ela havia comprado com os R$ 50 mil roubados da agência bancária. O policial militar, namorado da jovem, e que prestava serviço em Caarapó, estava de plantão no dia do assalto e teria facilitado o crime.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Mosaic declara situação de emergência em barragem na cidade de Araxá

POLÍTICA

Carlos Bolsonaro volta discreto à Câmara no Rio e assina proposta da oposição

BRASIL

Saída de Bebianno muda relação do governo Bolsonaro com o Congresso

CORREIO B

Às vésperas do início do Carnaval, febre neon inspira famosas e domina comércio popular

Mais Lidas