Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

POLÍCIA

Preso homem que matou e queimou alcoólatra no Paraguai

4 NOV 2010Por MERCOSULNEWS13h:21

Policiai da Divisão de Homicídios da Polícia Nacional do Paraguai prenderam na tarde de ontem (2), por volta das 17h, o jovem Alfredo Centurión, 23 anos, acusado de matar e queimar o alcoólatra Carlos Garay, cujo corpo foi encontrado na manhã de terça-feira em um quarto na cidade de Pedro Juan.

O acusado foi encontrado nas imediações do Cemitério San Carlos, em Pedro Juan. Alfredo confessou ter usado um pedaço de madeira e uma tesoura para tirar a vida de Garay, para roubar um telefone celular. O rapaz mostrou aos policiais onde estava a madeira utilizada no crime, encontrada cerca de cem metros da cada da vítima.

O crime – Averiguando denúncia de populares, policiais da 6ª Comissaria da Polícia Nacional do Paraguai, localizada no bairro General Genes, em Pedro Juan Caballero, encontraram na manhã de ontem (2) o corpo carbonizado do paraguaio Carlos Garay, 44 anos, que segundo a família era alcoólatra.

Os restos estavam em uma residência da Rua Alberto Brau e o mau cheiro que exalava da casa chamou a atenção dos vizinhos, que avisram a polícia. Como a porta do quarto estava trancada, os policiais conseguiram chegar a uma janela, por onde puderam ver que havia um corpo sobre a cama, totalmente queimado.

Num primeiro momento julgo-se que o incêndio poderia ter sido acidental, provocado possivelmente por alguma bituca de cigarro, que provocou o sinistro enquanto a vítima dormia, sob efeito de bebida alcoólica. Os legistas calcularam que a morte tenha ocorido há aproximadamente dois dias.

Durante os levantamentos no local, os peritos constataram que Carlos Garay havia sido assassinado a golpes de tesoura, pois encontraram uma das lâminas cravada do lado esquerdo do corpo, abaixo da costela. Os oficiais da criminalística informaram que logo após a morte o autor do crime ateou fogo no corpo sobre a cama.

Leia Também