GLÓRIA DE DOURADOS

Presidente da Câmara e mais 4 vereadores envolvidos em denúncia

Presidente da Câmara e mais 4 vereadores envolvidos em denúncia
03/08/2012 15:40 - DA REDAÇÃO


Duas residências em Glória de Dourados já foram vistoriadas pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) em Glória de Dourados. As denúncias que deram início à Operação Curupira hoje (03), na Câmara Municipal, revelam falsificação de documentos para obtenção de empréstimos consignados e também de pedidos de diárias de viagens que não foram realizadas.

Cinco vereadores estão envolvidos nos crimes investigados: Expedito Ponciano, presidente da Câmara, José Manoel Rosa, vice-presidente, Márcio Teles, 1º secretário, Francisco Euzébio de Oliveira, 2º secretário e o vereador Valdecir Trevisan.

Também estão sendo realizadas busca e apreensão na residência do contador Osvaldo
Ursolino da Rosa e da prestadora de serviço Letícia Ramalheiro, ambos moradores de
Glória de Dourados, mas que trabalham em Deodápolis e são suspeitos de envolvimento no
esquema de corrupção.

Participam da operação os Promotores de Justiça Marcos Alex Vera de Oliveira
(Coordenador do Gaeco), Claudia Loureiro Ocariz Almirão (Coordenadora do Gaeco da Região de Dourados), Luiz Antonio Freitas de Almeida e Amilcar Araujo Carneiro Júnior.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".