Terça, 19 de Junho de 2018

Presidente da Câmara de Rio Verde é procurado por homicídio

26 JUL 2010Por 11h:10
     

O Presidente da Câmara dos Vereadores de Rio Verde, Riovaldo Pires Martins (DEM), é procurado pela Polícia da cidade. O político é acusado de ter dado um tiro em um homem durante uma confusão na Chácara Carneiro, de sua propriedade, durante a noite deste domingo (25). A vítima morreu no local.

A confusão começou quando Sebastião Marques, de 55 anos, discutia com sua esposa e seu cunhado, Laudemir Santiago Pereira, de 29, foi tomar satisfação. Os dois começaram a brigar e entraram em luta corporal.

Durante a briga, Sebastião pegou uma garrafa, a quebrou e golpeou o cunhado. Segundo a polícia, neste momento os dois foram separados e várias pessoas começaram a agredir Sebastião, enquanto outras tentavam estancar o sangue que saía de Laudemir.

Neste momento o vereador Riovaldo surgiu com uma espingarda e atirou em direção a confusão, o disparo atingiu Laudemir na região do braço direito e tórax. A polícia investiga se a causa da morte da vítima foi a garrada ou o tiro de espingarda.

Sebastião, que tem vários ferimentos pelo corpo devido a briga, foi preso em flagrante e será indiciado por homicídio doloso, quando há intenção de matar. Já o presidente da Câmara está foragido e também será indiciado por homicídio.

Os envolvidos estavam na fazenda para uma partida de futebol organizada por Riovaldo. Segundo informações, o político poderá se entregar à polícia de Rio Verde nesta terça-feira (27).

Até o momento, o Delegado que investiga o caso, Éder Oliveira Morais, já ouviu quatro pessoas, Sebastião, sua mulher e irmã da vítima, outro irmão de Laudemir e uma sobrinha.

 

 

Leia Também