Quinta, 18 de Janeiro de 2018

Presidência da CCJ deve conitnuar nas mãos do PMDB

16 OUT 2008Por 22h:30
     

Ao contrário da eleição da Mesa Diretoria, que será antecipada para dezembro, a indicação dos presidentes das comissões da Assembléia Legislativa será efetivada no próximo ano. A disputa mais acirrada deverá ocorrer pelo comando da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Atualmente, a equipe é presidida pelo deputado estadual Marquinhos Trad (PMDB), no entanto, o governador André Puccinelli (PMDB) já sinalizou que não o quer na comissão por conta de algumas posições contrárias do parlamentar em relação aos interesses do Governo.

Independentemente da saída de Marquinhos, o comando da CCJ deverá continuar nas mãos do PMDB, que, por contar com oito parlamentares, terá maior participação nas comissões da Casa de Leis.

Entre os peemedebistas, o deputado estadual Júnior Mochi já sinalizou, no passado, interesse no comando da principal comissão da Casa. Em 2007, ele brigou para ficar na CCJ. Por outro lado, neste ano abriu mão da disputa para se dedicar às eleições municipais.

        A matéria completa está na edição de amanhã do jornal Correio do Estado

Leia Também