sábado, 21 de julho de 2018

PREVIDÊNCIA

Presas 30 pessoas acusadas de causar prejuízo de R$ 7 milhões mensais

9 NOV 2010Por AGÊNCIA BRASIL17h:05

Depois de dois anos de investigação sobre mil benefícios da Previdência Social no Rio de Janeiro, a Força-Tarefa Previdenciária, responsável pela Operação Teníase, prendeu hoje (9) 30 pessoas acusadas de provocar aos cofres públicos um prejuízo de pelo menos R$ 7 milhões por mês.

A Operação Teníase contou com a participação de 281 policiais federais. Eles cumpriram 81 mandados de busca e apreensão e apreenderam R$ 40 mil na casa de um dos acusados. Segundo o Ministério Público Federal, os criminosos agiam na cidade do Rio de Janeiro e nos municípios de Itaboraí, na região metropolitana, e em Teresópolis, região serrana.

De acordo com o procurador da República Carlos Alberto Aguiar, as quadrilhas atuavam principalmente concedendo benefícios irregulares, ou seja, liberavam benefícios sem a pessoa tivesse feito qualquer contribuição para a Previdência.

Além dos 30 presos, o Ministério Público denunciou outras 15 pessoas. Caso a Justiça aceita a denúncia, os envolvidos na fraude serão processadas pelos crimes de formação de quadrilha, corrupção ativa e passiva e estelionato.

Leia Também