Sábado, 23 de Junho de 2018

Presa quadrilha acusada de fraudar Secretaria de Saúde

23 JUN 2008Por 17h:12
     

Da redação

 

Duas mulheres e cinco homens foram presos hoje (23), suspeitos de causar um prejuízo de mais de R$ 1 milhão à Secretaria estadual de Saúde. Eles são acusados de retirar medicamentos para o tratamento de câncer em um posto do Iaserj (Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro) para revendê-los ilegalmente. Com eles foram apreendidos kits com os remédios, avaliados cada um em R$ 60 mil. De acordo com a polícia, as mulheres recebiam R$ 100, cada uma, para buscar os medicamentos no posto, que eram entregues aos homens da quadrilha. Cada remédio do kit custa ao estado cerca de R$ 2 mil.


        Segundo a delegacia, os integrantes da quadrilha falsificavam a carteira do Sistema Único de Saúde (SUS) e se passavam como beneficiários para retirar o medicamento. O grupo estava agindo havia três meses e retirava em média seis kits por mês.

 

 

Com informações do G1

Leia Também