Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 13 de novembro de 2018

SETE QUEDAS

Presa dupla acusada de atacar família, matando homem, ferindo mulheres e crianças

9 JUL 2012Por GAZETA NEWS19h:00

Em ação conjunta as polícias Civil e Militar prenderam, nessa segunda-feira (9) em Paranhos, de dois homens acusados de disparar contra uma família na tarde de ontem (8) em Sete Quedas.

O atentado matou na hora Donizete do Padro, de 27 anos e deixou sua esposa, de 36 e duas filhas, uma de 7 e outra de 15 anos, feridas. Outra jovem de 19 anos que também estava no carro, um Fiat Uno, e era enteada da vítima fatal, saiu ilesa.

A família foi atacada quando trafegava pela Rodovia MS-299, trecho que liga Sete Quedas a Paranhos, nas proximidades da Vila Sulina, na linha internacional que separa Brasil e Paraguai a cerca de 25 quilômetros da cidade, em Sete Quedas.

Os autores, o comerciante Ailton Sérgio Morel Machado, o “Serginho”, de 38 anos, proprietário de uma tapeçaria na cidade de Paranhos onde reside e Jeferson Romero, o “Batata”, de 23 anos, também morador em Paranhos, foram presos em uma residência situada na região central da cidade, em Paranhos.

Ao serem presos os dois teriam confessado a participação no crime, mas apenas como assistentes.

Segundo relataram à polícia, o autor dos disparos que matou Donizete e feriu as mulheres teria sido um indivíduo conhecido pelo nome de Luis Fernando, que estaria foragido para o Paraguai.

De acordo com a polícia, Batata e Serginho teriam relatado que estavam em companhia de Luis Fernando em um bar na Vila Sulina, quando a vítima, Donizete Prado, teria passado de carro pelo local.

Ao ver a vítima passando, Luis Fernando teria chamado Batata e Serginho para ir embora. A dupla teria subido abordo de uma motocicleta importada marca Taiga Sparta de cor vermelha e Luis em outra motocicleta.

O trio teria seguido na mesma direção da vítima e ao se aproximar do Fiat Uno que a família viajava, Luis Fernando teria começado a atirar contra o motorista e o carro.

De acordo com os acusados presos, após efetuar os disparos, Luis teria seguido destino desconhecido e Serginho e Batata teriam retornado para Paranhos onde moram.

Depois de presa, a dupla foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil de Sete Quedas, município onde o crime ocorreu. A moto usada pela dupla na participação na ação criminosa também foi apreendida pela polícia.

Segundo a polícia, com os disparos, a mãe acabou atingida com um tiro no braço esquerdo, sua filha menor, de apenas 7 anos, foi atingida por um projétil na altura do maxilar e a adolescente de 15 anos saiu ferida com um tiro na perna direita.

Crime motivado por vingança

De acordo com a Polícia Militar de Paranhos, o assassinato do pai e a tripla tentativa de homicídio contra os integrantes da família foram motivadas por vingança.

A vingança teria sido em decorrência a um fato envolvendo os acusados e vítima que teria resultado no incêndio de uma residência tempos atrás em Paranhos.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também