Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

SORTEIOS

Prêmio especial do IPTU é apartamento de R$ 150 mil

14 DEZ 2010Por Carlos Henrique Braga04h:00

A Prefeitura de Campo Grande elevou o valor do maior prêmio e vai sortear apartamento de R$ 150 mil para quem pagar, à vista, o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) 2011. Os carnês de pagamento começam a chegar às casas em 3 de janeiro. O imóvel, de 68 metros quadrados, na Vila Albuquerque, tem três quartos (uma suíte), garagem e espaços exclusivos, como o "Mulher", com estrutura de salão de beleza. O imóvel substitui a casa de R$ 120 mil, entregue neste ano.

O prêmio faz parte do pacotão de estímulo de R$ 288 mil ao contribuinte, aposta do prefeito Nelsinho Trad (PMDB) para manter a adimplência em alta (83%). Ontem, ele anunciou as empresas interessadas em patrocinar o sorteio, em troca de publicidade nos 323 mil boletos de pagamento e na campanha, exceto na televisão. A Vanguard, braço classe média da construtora Plaenge, propôs o seu Piazza Boulevard; a Discautol, um automóvel Voyage, de R$ 38 mil; e o banco HSBC, ofereceu dez poupanças de R$ 10 mil.

Segundo o prefeito, as empresas responderam ao edital, publicado ontem, no Diário Oficial do Município (Diogrande), que propunha parcerias. "Com isso, se nós conseguirmos aumentar a adimplência em 0,5%, que seja, já é alguma coisa", disse. "É um prestígio à classe adimplente".

Quem ganhar o apartamento, vai pagar R$ 1,5 mil de IPTU, valor correspondente a 1% do preço de venda do imóvel. A região do Piazza, na Vila Albuquerque, é uma das regiões da cdiade que mais valorizaram-se, e vão pagar taxas mais elevadas. Em 2011, o imposto estará 6% mais caro, em média, para 86% dos contribuintes (277,8 mil inscrições); já os outros 14% (45,2 mil), que moram em lugares beneficiados pelas obras da prefeitura, terão aumento acima da média.

As principais regiões beneficiadas e valorizadas são as das obras do Parque Linear da Orla Morena, ao longo dos córregos Segredo, Imbirussu, Cerradinho, Cabaça, Lagoa e Cabreúva. Casas e terrenos na região do Sóter, na saída para Cuiabá, e os cortados pela Avenida Ernesto Geisel, valorizaram-se com a chegada de novos shoppings.

Para calcular o acréscimo, são usados dois índices que medem a inflação na construção civil: Índice de Preços ao Consumidor ao Consumidor Amplo Especial (IPCA-E, de 4,57%) e o do Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil (Sinapi, de 8,43%), ambos medidos pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No período escolhido para o cálculo do imposto, eles somaram 13%; divididos, resultaram em 6,5%.

Leia Também