Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

CHUVA

Prejuízos na UnB ainda não podem ser estimados, diz reitor

11 ABR 11 - 19h:10AGÊNCIA BRASIL

 Ainda não é possível estimar o valor dos prejuízos provocados pela chuva, afirmou hoje (11) o reitor da Universidade de Brasília (UnB), José Geraldo de Souza Júnior. Ontem (10), as fortes chuvas que atingiram Brasília invadiram salas de aula, auditórios e anfiteatros e a instituição teve de suspender as aulas por dois dias.

A Ala Norte do Instituto Central de Ciências foi o mais atingido. O Centro de Produção Cultural e Educativa, onde funciona a sede da UnB TV, auditórios e os Centros Acadêmicos de História, Filosofia, Economia e Geografia tiveram paredes derrubadas. A Faculdade de Tecnologia, que fica em outro prédio do campus Darcy Ribeiro, também ficou alagada.

De acordo com o reitor, um inventário do acervo, pesquisas e equipamentos da universidade será feito nos próximos dias. “Não dá para estabelecer valores dos danos materiais. Nos próximos dias, teremos condições de chegar a esses dados e garantir que as aulas tenham continuidade”.

Hoje (11) pela manhã, técnicos da Defesa Civil do Distrito Federal e engenheiros da UnB concluíram que o Instituto Central, também conhecido como Minhocão, não sofreu danos estruturais. Segundo o reitor, a previsão é que o prédio seja liberado amanhã (12) para limpeza. As aulas devem ser retomadas na próxima quarta-feira (13).

Souza Júnior conversou com o ministro da Educação, Fernando Haddad. Segundo ele, amanhã o secretário de Educação Superior, Luiz Cláudio da Costa, visitará a universidade. O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, determinou que a Administração do Plano Piloto ajude a UnB. “A Novacap [Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil] vai verificar o quanto a intensidade das chuvas afetou as galerias e bocas de lobo. Há muito entulho e barro da enxurrada que desceu Asa Norte a baixo.”

De acordo com o coronel Vicente Aquino, da Defesa Civil, até amanhã os técnicos vão verificar se a estrutura elétrica do Instituto Central foi danificada. “Fomos acionados ontem por volta das 16h. Compareci e pude perceber a gravidade da situação, que beira um desastre, mas não há risco de colapso. Às 18h foram verificadas as condições da rede elétrica. A ideia é que terminemos essa avaliação amanhã”.

O prefeito do campus da UnB, Paulo César Marques, afirmou que a universidade vai rever o sistema de drenagem. “Foi a primeira vez, em 50 anos de UnB, que isso aconteceu. Neste momento é preciso recuperar e restabelecer a segurança do prédio e do campus Darcy Ribeiro.”
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Detran pede rescisão de contrato com empresa responsável por radares
DÍVIDA MILIONÁRIA

Detran vai rescindir contrato com empresa de radares

FUTEBOL 2019

Cristiano Ronaldo critica valores de transferências no futebol: 'São surreais'

Prefeitura abre processo seletivo com oito vagas e salário de R$ 3,2 mil
CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA

Prefeitura abre processo seletivo com salário de R$ 3,2 mil

BRASIL

Bolsonaro levanta suspeita sobre ONGs por queimadas na Amazônia

Mais Lidas