Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

INFRAESTRUTURA

Prefeitura reajusta licitação em
R$ 5 mi para revitalizar Rio Anhanduí

17 JAN 14 - 00h:00DA REDAÇÃO

A prefeitura de Campo Grande reajustou em mais R$ 5 milhões o valor para revitalizar o Rio Anhanduí e atrair empreiteiras interessadas em executar a obra, conforme reportagem na edição desta sexta-feira (17) do jornal Correio do Estado. A maior parte dos recursos para sua realização vem da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC2). Agora, dos R$ 42 milhões liberados pelo governo federal em 2012, ainda na gestão do ex-prefeito Nelsinho Trad (PMDB), a obra passou a custar R$ 47 milhões, conforme o secretário de obras de Campo Grande, Semy Ferraz.

Para que um novo edital para a obra seja lançado, Semy espera somente uma autorização da Caixa Econômica Federal, que é a instituição que libera os recursos do PAC. A expectativa dele é de abrir a licitação ainda neste mês de janeiro. “Nossa expectativa é de que isso aconteça ainda neste mês. Extraoficialmente, o projeto foi aprovado, agora eles estão apenas analisando os preços para nos dar uma resposta”, disse.

No ano passado, a Engepar, empreiteira que havia vencido a licitação em 2012, desistiu da obra. Na época, ela alegou que os valores disponíveis para revitalizar o Rio Anhanduí na zona urbana de Campo Grande ficaram defasados pela demora na execução. Alegando motivo semelhante, as empreiteiras que ocuparam o segundo e o terceiro lugares na licitação de 2012 também recusaram ocupar o lugar que era da Engepar. A reportagem é de Eduardo Miranda e Beatriz Longhini.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

CORREIO DO ESTADO

Confira o editorial desta segunda-feira: "Aonde estão as autoridades?"

ARTIGO

Rolemberg Estevão de Souza: "Prósul: uma iniciativa promissora para os interesses nacionais"

Diplomata
OPINIÃO

Normann Kallmus: "Previdência: o insustentável peso da realidade"

Economista-chefe da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande
PREFEITURA

Atos Oficiais do município de Campo Grande 22/04/2019

Mais Lidas