Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

falta piso tátil

Prefeitura multa 27,5% dos imóveis na Capital

24 AGO 12 - 00h:00DANIELLA ARRUDA

Falta de cumprimento às normas da Lei de Acessibilidade resultou em 978 multas aplicadas aos proprietários de imoveis da região central em Campo Grande, o equivalente a 27,5% dos estabelecimentos comerciais e residências já notificados pela Prefeitura nos últimos 20 meses. Desde que a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano (Semadur) passou a vistoriar comércios e residências da região central para cobrar as mudanças, em janeiro do ano passado, 3.545 imoveis foram alvo de notificação e deste total 41,12% já se adequaram às exigências.

Até agora a fiscalização já percorreu o quadrilátero das ruas Rui Barbosa, Mato Grosso, Rio Grande do Sul e Fernando Corrêa da Costa, e verificou a acessibilidade de calçadas e rampas nas ruas Campestre e da Divisão e atualmente atua no quadrilátero da Rua Rio Grande do Sul, Avenida Mato Grosso, Ceará e Piratininga.

A previsão é que os trabalhos sejam concluídos dentro de 30 dias, segundo o secretário adjunto de Meio Ambiente, João Alberto Borges dos Santos. “Ainda nesse ano começamos outro quadrilátero da região do centro, norteando pela Ceará e Mato Grosso até a Rui Barbosa, só que queremos avançar até a Rua Amazonas e fazer todo esse trecho”, explicou.

Leia mais no jornal Correio do Estado
 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Daniel Alves e Juanfran são dúvidas no São Paulo para jogo contra o Cruzeiro
BRASILEIRÃO

Daniel Alves e Juanfran são dúvidas no São Paulo para jogo contra o Cruzeiro

CLÁUDIO HUMBERTO

Exemplo de dedicação ao próximo

Confira o seu astral para esta terça-feira
OSCAR QUIROGA

Confira o seu astral para esta terça-feira

CORREIO DO ESTADO

Confira o editorial desta terça-feira: "A educação está doente"

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião