Campo Grande - MS, terça, 14 de agosto de 2018

PROJETOS

Prefeitura defende R$ 279 milhões do PAC

17 MAI 2011Por DA REDAÇÃO12h:03

Técnicos da Prefeitura de Campo Grande participam esta semana de duas reuniões em Brasília para defender obras e projetos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) que, juntas, somam investimentos na ordem de R$ 279 milhões. A primeira acontece nesta quinta-feira (19/05), no Ministério das Cidades para tratar da construção de duas praças com recursos do PAC Social, no Jardim Noroeste e no Parque do Sol/Dom Antonio Barbosa.

Nesta parceira com o Governo Federal, a administração municipal disponibilizará os terrenos para execução dos projetos voltados à prática de esporte e lazer. No total, os projetos estão orçados em R$ 4 milhões, sendo R$ 2 milhões para cada praça, que terá aproximadamente sete mil metros quadrados. Cada uma será dotada de biblioteca, telecentro, teatro com capacidade para 60 lugares, quadra coberta, pista de skate, jogos de mesa, espaço para crianças, sala de multiuso, área de ginástica, pista de caminhada e banheiros.

No Parque do Sol, a praça vai beneficiar cerca de 37 mil pessoas, abrangendo bairros adjacentes como Jardim Centenário e Lageado. A Praça do Jardim Noroeste atenderá diretamente mais de 56 mil moradores de bairros como Maria Aparecida Pedrossian e Jardim Veraneio. Entre os técnicos da Prefeitura que participam da reunião está a chefe do Departamento de Projetos da Seintrha, a arquiteta Zuleide Simabuco Higa.

Mobilidade urbana

Já a segunda reunião acontece na sexta-feira (20/05), também no Ministério das Cidades para defender o projeto do PAC da Mobilidade Urbana que pleiteia recursos na ordem de R$ 275 milhões para a Capital. Participam o prefeito Nelson Trad Filho, o secretário municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação (Seintrha), João Antônio De Marco; o diretor-presidente da Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran), Rudel Espindola Trindade Júnior e a arquiteta Zuleide.

Segundo Rudel, o Ministério convocou a Prefeitura para apresentar o PAC Mobilidade das Grandes Cidades e realizar uma apresentação presencial dos projetos que já foram encaminhados por meio de inscrição no site. O enfoque dos projetos é o transporte coletivo, entre eles a Prefeitura vai apresentar:
- construção de novos terminais, como o da rua dos Cafezais, no Coophatrabalho;
- reforma e ampliação de todos os terminais existentes;
- criação de corredor de transporte coletivo, como o corredor que ligará o bairro Aero Rancho ao Centro;
- construção de estações de pré-embarque entre outros.

A partir desta apresentação, o Ministério das Cidades vai analisar os projetos e selecionar os voltados ao transporte coletivo. “Então, será marcada uma nova reunião para apresentação do projeto executivo com planilha de custos estabelecida pela Caixa Econômica Federal (CEF)”, informou Rudel.

 

Leia Também