Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

APARECIDA DO TABOADO

Prefeitura convoca para bolsas universitárias

Prefeitura convoca para bolsas universitárias
13/01/2014 00:00 - DA REDAÇÃO


Os alunos que irão ingressar na primeira graduação nas universidades privadas da região poderão requerer o direito pela bolsa de estudo universitária oferecida pela Prefeitura Municipal de Aparecida do Taboado.

De acordo com o edital nº002/2013 do “Programa Bolsas De Estudo”, considerando o disposto na Lei municipal n.º 1.455, de 18 de dezembro de 2013, o objetivo da Administração é a concessão de bolsas de estudos e a renovação anual do benefício já concedido no ano passado.

O estudante requerente receberá o percentual de 20% de desconto sobre o valor da mensalidade paga à vista, o que constará direto no boleto da instituição de ensino privada escolhida.

Ainda conforme o edital, para a concessão e renovação deste benefício, a renda per capita familiar não pode ser superior a um salário mínimo e meio mensal, levando em consideração o salário mínimo vigente em 2014; deve ser comprovada residência fixa no município a mais de um ano; comprovada a matrícula na instituição de ensino; e o benefício somente será renovado a estudantes que não acumularam mais de duas dependências no ano de 2013, e que não reprovaram por excesso de falta.

Os alunos que pretendem requer a bolsa devem procurar a Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, localizada na Avenida Presidente Vargas, 4422, centro, no período de 29 de janeiro a 14 de fevereiro de 2014. Já os alunos que receberam o desconto no ano de 2013 devem fazer a renovação anual, até o dia 23 de janeiro.

Felpuda


Sindicalista defende o fim de mordomias e privilégios dos políticos e dos integrantes de outros Poderes, conforme divulgação feita por sua assessoria. Para ele, está na hora de se colocar um basta nessa situação, questionando, inclusive, o número de parlamentares e de assessores. Entretanto, não demonstra a mesma aversão por aqueles dirigentes de sindicatos que se perpetuam no poder e que comandam mais de uma entidade, assim como ele. Afinal, o exemplo deve vir de casa, né?