segunda, 23 de julho de 2018

Prefeitos e parlamentares se unem contra perda de receita

15 ABR 2008Por 19h:52
     

CLODOALDO SILVA, DE BRASÍLIA

MARIA MATHEUS, ENVIADA ESPECIAL

 

Os prefeitos, parlamentares federais e o governador André Puccinelli (PMDB) vão se mobilizar para reverter a queda de 28,5% na receita tributária do Estado, que ocorrerá caso seja aprovada a proposta (Proposta de Emenda Constitucional 233/08) de reforma tributária apresentada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Hoje, na abertura da Marcha dos Prefeitos, em Brasília, Puccinelli afirmou que o Estado perderá R$ 1,2 bilhão com a alteração da cobrança do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias), com o recolhimento de apenas 2% do tributo na origem. Neste caso, só com o gás natural o Estado perderá R$ 630 milhões.

A votação do texto da reforma deverá ser votado no Congresso Nacional no primeiro semestre deste ano, segundo afirmação do presidente da Câmara dos Deputados, Arlindo Chinaglia (PT/SP), hoje, na abertura da Marcha dos Prefeitos. Até o presidente da República enfatizou a importância da reforma na solenidade de hoje. "Vamos fazer uma reforma tributária decente. A nossa proposta é repartir todos os tributos federais com os Estados e municípios. Se a alíquota baixar para um ente federativo, vai baixar para todos", afirmou Lula. A matéria completa está na ediçãod e amanhã do jornal Correio do Estado.

Leia Também