terça, 17 de julho de 2018

prazo

Prefeito tem até terça para se defender

12 NOV 2010Por Fábio Dorta, Dourados02h:40

O prefeito de Dourados Ari Artuzi (sem partido) e o vice-prefeito Carlinhos Cantor (PV), que estão presos e afastados dos cargos pela Justiça, têm prazo até a próxima terça-feira (16) para entregar suas defesas preliminares às comissões processantes, que foram instaladas com o objetivo de cassar seus mandatos por corrupção, com base nas denúncias da Operação Uragano da Polícia Federal.

De acordo com o vereador Walter Hora (PPS), que preside a Comissão Processante contra Cantor, o prazo para a entrega da defesa venceria amanhã, mas, por causa do final de semana e do feriado de segunda-feira, tanto o vice-prefeito como Artuzi tiveram o prazo estendido até a terça-feira, conforme parecer da assessoria jurídica da Câmara Municipal.

Se o prefeito e o vice apresentarem testemunhas de defesa, oitivas serão marcadas. O passo seguinte será a apresentação do relatório final para votação em plenário.

Embora as comissões processantes tenham prazo até janeiro para a conclusão dos trabalhos, Walter acredita que na primeira quinzena de dezembro os relatórios estejam concluídos. Caso o prefeito e o vice sejam cassados ainda em 2010, sem que tenham completado dois anos de mandato, o Tribunal Regional Eleitoral poderá convocar eleições diretas, caso contrário os vereadores vão escolher o novo prefeito.

Leia Também