Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Prefeito faz alerta sobre falsos agentes e diz que caso é de polícia

26 JAN 10 - 08h:08
Para evitar novos casos de assa ltos a residências praticados por falsos agentes de saúde, a Prefeitura de Campo Grande recomenda que os moradores confiram a identificação das pessoas desconhecidas que visitarem suas casas, antes de deixá-las entrar. “Em geral, os moradores conhecem os agentes de saúde que sempre visitam as casas. Se aparecer alguém desconhecido, pode procurar pelo supervisor de área ou ligar para o Centro de Controle de Zoonoses e conferir se aquela pessoa realmente trabalha como agente”, afirmou o prefeito Nelsi n ho Trad, ontem. O número é 3314-5000. No fim de semana, assaltantes usando roupa semelhante à dos agentes de combate à dengue foram até uma residência no Bairro Aero Rancho, entraram na casa, renderam os moradores e trabalhadores do local e balearam uma das vítimas. Na semana passada, reportagem do Correio do Estado mostrou o mesmo tipo de ação, desta vez no Bairro São Francisco. O secretário municipal de Saúde, Luiz Henrique Mandetta, lembrou que movimentação de agentes é muito grande. Atualmente, cerca de 10% dos servidores estão temporariamente afastados. “A responsabilidade do uniforme é dos agentes. Já os crachás podem ser facilmente falsificados. Nós temos dado as informações necessárias para a polícia — houve um crime, um delito e um inquérito foi instaurado”, esclareceu. Ele lembrou que a estratégia de usar uniformes foi usada em outras circunstâncias. “Houve casos de bandidos se vestirem como funcionários da concessionária de água e como carteiro”. Caso de polícia “Este é um caso de polícia”, afirmou Nelsinho Trad. O prefeito aproveitou para reforçar as recomendações para que população tome todos os cuidados para evitar a proliferação do mosquito Aedes aeg ypti. “Se as pessoas eliminarem dentro de suas casas os possíveis focos da dengue, não será necessário esse trabalho de entrar na moradia para fazer o que todos já sabem que deve ser feito”. No sábado, dois homens bateram palmas em frente a casa do Bairro Aero Rancho e se identificaram como agentes, que precisavam entrar para eliminar focos do mosquito transmissor da dengue. Quatro moradores e três pedreiros que faziam obra na casa foram rendidos e colocados em um cômodo da casa. Um dos autores disparou um tiro e atingiu um dos pedreiros. Em seguida, a dupla fugiu, levando pertences roubados.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Guarda afasta agentes que atuaram em dispersão de manifestantes
CONFUSÃO NO TERMINAL

Guarda afasta agentes que atuaram em dispersão de manifestantes

Jovem morto em acidente era soldado do Exército e seguia para o trabalho
COLISÃO

Jovem morto em acidente era soldado do Exército e seguia para o trabalho

Árvores da Rui Barbosa ganham poda para harmonizar com Reviva
REVITALIZAÇÃO DO CENTRO

Árvores da Rui Barbosa ganham poda para harmonizar com Reviva

Verstappen brilha em Interlagos e vence GP do Brasil
FÓRMULA 1

Verstappen brilha em Interlagos e vence GP do Brasil

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião