Domingo, 24 de Junho de 2018

Prefeito é cassado duas vezes em 24 horas

19 DEZ 2008Por 22h:10
     

Lívia Ferreira

 

No espaço de 24 horas, o prefeito eleito de Coronel Sapucaia, Rudi Paetzold (PMDB), teve o registro da candidatura cassado, reconquistou na Justiça o direito de ser diplomado, foi cassado de novo e novamente teve permissão para receber o diploma. A diplomação ocorreu no início da noite de ontem, no Cartório Eleitoral, depois de uma guerra de liminares.

        Ontem, data da diplomação, Rudi foi informado que não poderia receber o diploma porque o registro de sua candidatura fora cassado pelo juiz eleitoral da Comarca de Amambai, Thiago Nakasawa Tanaka. Pesava contra Paetzold acusação de compra de votos. No fim da tarde de ontem, a defesa do prefeito eleito interpôs recurso e conseguiu, no TRE, o direito de ele ser diplomado. Porém, ao comunicar a Justiça de Amambai da decisão, o TRE foi informado que o juiz havia cassado novamente o prefeito. "Disseram que eu fui cassado de novo porque não tinha residência fixa em Coronel Sapucaia e morava em Ponta Porã. É uma piada falar que o candidato, depois de eleito, não pode ser diplomado porque não tem residência. Todo mundo ia na minha casa durante a campanha", disse Paetzold, depois de ser, enfim, diplomado. O advogado de defesa do prefeito não foi localizado para dar detalhes do processo.

Leia Também