AQUIDAUANA

Prefeito desobedece ordem judicial, é preso e levado para prestar depoimento

Prefeito desobedece ordem judicial, é preso e levado para prestar depoimento
14/08/2012 19:00 - ADILSON TRINDADE


O juiz José de Andrade Neto mandou prender o prefeito de Aquidauana, Fauzi Suleiman (PMDB), candidato à reeleição, por desobediência por não acatar a ordem de repassar informações ao vereador Wesel Lucarelli (PPS) sobre o consumo de combustíveis e lubrificantes da prefeitura.

O comandante da Polícia Militar da cidade, coronel Cândido, foi convocado pelo magistrado para levar o prefeito à Delegacia de Polícia, onde prestou depoimento.

O mesmo juiz que determinou a prisão, afastou por três vezes o prefeito do cargo a pedido do Ministério Público. Fauzi reassumiu as suas funções na prefeitura por decisão do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. O prefeito acabou sendo punido hoje (14)  por se recusar a repassar documentos ao vereador Wesel Lucarelli, um ferrenho opositor na Câmara Municipal.

Depois de prestar depoimento, Fauzi foi liberado.

Leia mais na edição de amanhã do jornal Correio do Estado

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".