Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

Irresponsabilidade

Prefeito de uma cidade do PR deixa filho de 15 anos dirigir

1 MAI 2011Por O Globo22h:46

O Ministério Público do Paraná abriu processo para investigar uma viagem feita pelo prefeito de Lindoeste, município do Oeste do estado, fez com a família em janeiro passado. Silvio de Souza não pediu permissão à Câmara de Vereadores para se ausentar e viajou com o carro da Prefeitura. Em uma blitz policial no interior de São Paulo, o veículo da Prefeitura foi parado e ficou constatado que quem estava ao volante era o filho dele, de 15 anos.

O prefeito afirmou que passou três dias em uma estância turística em Presidente Epitácio, no interior paulista. Ele afirmou que pediu ao filho para dirigir o carro porque estava passando mal.

- Essa viagem que eu fiz não foi feita nenhuma diária, não foi feito nenhum pagamento de despesa em nome da Prefeitura. O que aconteceu foi essa infelicidade, de eu passar mal, e em caso de necessidade tive de pedir ao meu filho fazer isso - disse o prefeito.

Ao Ministério Público, o prefeito de Lindoeste entregou um atestado médico, de crise de hipertensão, e a receita de um medicamento. A Câmara de Vereadores vai decidir em votação essa semana se cassa o mandato do prefeito. Moradores da cidade não acreditaram que o prefeito passou mal e dizem que ele deu desculpa para escapar de punições.
 

Leia Também