Sábado, 20 de Janeiro de 2018

Prefeito de Rochedo consegue liminar para retornar ao cargo e é acusado de expulsar interino a tapa

4 MAR 2009Por 22h:00
     

Maria Matheus

 

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) suspendeu os efeitos da sentença que tirou os cargos do prefeito e do vice de Rochedo, respectivamente, Adão Arantes (PDT) e Ailton Gomes de Melo (PP). A liminar foi motivo de briga entre a família do prefeito e o presidente da Câmara Municipal, Jaime Sandim (DEM). Depois de bate-boca com uso de termos de baixo calão, Jaime teria sido agredido fisicamente. O chefe de gabinete do prefeito contesta a versão do vereador.

 

        Na semana passada, o juiz eleitoral Alexsandro Motta, cassou os diplomas do prefeito e do vice e aplicou multa no valor de R$ 53,2 mil. Hoje pela manhã, o juiz do TRE, Miguel Florestano, Neto anulou temporariamente a condenação, até que a Corte julgue o recurso interposto pelos réus.

Leia Também