Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quinta, 15 de novembro de 2018

Investimento

Prefeito autoriza construção da UPA Santa Mônica avaliada em R$ 3 mi

18 AGO 2012Por Da redação14h:30

O prefeito Nelson Trad Filho assinou na manhã de hoje (18) ordem de início de serviço para construção da Unidade de Pronto Atendimento da Vila Santa Mônica. Orçada em cerca de R$ 3 milhões, a UPA terá 1.333 metros quadrados de área construída e vai absorver a demanda que hoje é direcionada para a UPA da Vila Almeida.

Durante a solenidade, o prefeito Nelson trad Filho ressaltou a importância desta unidade. “O bairro foi selecionado por conta do crescimento da região e por não haver aqui por perto uma unidade básica de saúde 24 horas. Aqui, a população vai conseguir ser atendida com qualidade, incluindo atendimentos de média e alta complexidade. Vamos poder atender as intercorrências do dia-a-dia e até mesmo, se for o caso, um atendimento mais grave, alguém que tenha tido uma parada cardíaca”, explicou.

A assinatura faz parte das comemorações de 113 anos de Campo Grande. A UPA a ser construída é de porte 2, denominada metropolitana. Em seus mais de 1.300 m² haverá setores de pronto atendimento, atendimento social, urgência, apoio e diagnóstico terapêutico, observação, apoio técnico-logístico e apoio administrativo, incluindo posto policial.

Entre os exames que serão oferecidos estão raio X e eletrocardiograma. Dos recursos previstos para a obra, R$ 1,5 milhão são do Ministério da Saúde e um milhão e cinquenta e seis mil reais de contrapartida da prefeitura. Para os equipamentos, o Ministério repassará R$ 500 mil e a administração investirá R$ 632 mil.

No dia 25 de agosto, o prefeito autoriza o início da construção de uma outra Unidade de Pronto Atendimento. O bairro escolhido foi o Jardim Leblon e a estimativa é de que a nova UPA atenda uma população estimada em 210 pessoas residentes nos bairros próximo de onde será construída a nova unidade.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também