Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Até 2,5 salários

Preços para famílias de baixa renda sobem

10 AGO 12 - 10h:12agência brasil

O Índice de Preços ao Consumidor – Classe 1 (IPC-C1), que mede a variação de preços para consumidores com renda familiar até 2,5 salários mínimos, fechou o mês de julho em 0,27%, segundo dados divulgados hoje (10) pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

O resultado mostra uma inflação mais elevada para as famílias de baixa renda. No período, o Índice de Preços ao Consumidor para a população em geral, o IPC-BR, ficou em 0,22%. No ano, são 3,77% de alta no IPC-C1 ante 3,06% no IPC-BR. Nos últimos 12 meses, a diferença se acentua, com 6,38% de variação do IPC-C1 e 5,65% do índice global.

O maior aumento do IPC-C1 foi verificado no preço dos alimentos, com 0,9% de variação, com destaque para o tomate, que ficou 63,98% mais caro, e a cenoura, que registrou alta de 31,43%. Em junho, essa classe de despesa havia tido variação de 0,74%.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Novo Mercedes-Benz CLA 250
CORREIO VEÍCULOS

Novo Mercedes-Benz CLA 250

Sem restrição de área, Uber adota PIN em bairros com grande número de crimes
CAMPO GRANDE

Sem restrição de área, Uber adota PIN em bairros com grande número de crimes

Promotoria vai apurar furto de 173 kg de maconha de delegacia
CORRUPÇÃO POLICIAL

Promotoria vai apurar furto de 173 kg de maconha de delegacia

Chuva tem vento forte e granizo em Campo Grande
TEMPORAL

Chuva tem vento forte e granizo em Campo Grande

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião