terça, 17 de julho de 2018

TERCEIRA IDADE

Preços para consumidor subiram 6,27%

14 JAN 2011Por AGÊNCIA BRASIL10h:57

O Índice de Preços ao Consumidor da Terceira Idade (IPC-3i), que mede a inflação para as famílias compostas majoritariamente por pessoas com mais de 60 anos de idade, registrou alta de 2,46% no quarto trimestre de 2010. A variação ficou acima da taxa do Índice de Preços ao Consumidor geral (IPC-BR), de 2,33%, no mesmo período. No terceiro trimestre do ano passado, o IPC-3i teve leve alta de 0,05%.

Segundo informações divulgadas hoje (14) pela Fundação Getulio Vargas (FGV), em 2010, o índice chegou a 6,27%, superior à taxa acumulada pelo IPC-BR, de 6,24%.

Todas as sete classes de despesas que compõem o índice tiveram alta na passagem do terceiro para o quarto trimestre de 2010. As mais significativas foram registradas nos grupos alimentação (de -1,27% para 5,15%), por conta dos aumentos nos preços de hortaliças e legumes (de -20,31% para 0,18%); e vestuário (de -0,87% para 2,39%), o que reflete os aumentos no item roupas (de -1,20% para 2,52%).

Também subiram preços dos grupos transportes (de 0,33% para 2,23%), impulsionados pelo item gasolina (de -0,31% para 2,52%), educação, leitura e recreação (de 0,05% para 1,87%), refletindo o aumento de passagem aérea (de -6,01% para 16,31%), e despesas diversas (de 0,33% para 0,85%), influenciado pelos preços da cerveja (de -1,89% para 9,12%).

Os índices dos grupos saúde e cuidados pessoais (de 1,05% para 1,22%) e habitação (de 0,85% para 0,88%) também subiram, mas com uma variação menor, diante do comportamento de preços dos itens plano e seguro saúde (de 1,49% para 1,87%) e aluguel residencial (de 0,68% para 1,58%), respectivamente.

Leia Também