quarta, 18 de julho de 2018

CAMPO GRANDE

Preços de produtos natalinos caíram até 12,7% este ano

30 NOV 2010Por Rosana Siqueira com assessoria12h:25

Os preços dos produtos natalinos tiveram queda de até 12,7% em relação ao ano passado. Pelo menos é o que mostra a primeira pesquisa de Natal de 2010 do Procon que verificou os valores de de 263 produtos. Os dados foram coletados entre os dias 25 e 26 de novembro, em nove estabelecimentos da Capital.  A comparação leva em conta os preços de todos os produtos. A provável explicação para a baixa dos preços é a acentuada queda da cotação do dólar no último ano.

De acordo com o superintendente do Procon, Lamartine Ribeiro, "no total foram 263 itens pesquisados, entre os quais destacamos variações de preços entre estabelecimentos que surpreendem, pois se tratam dos mesmos produtos, sem nenhuma variação de qualidade, como no caso das bebidas Kuat Guaraná com 93,7%; o Vinho Marcus James 750 ml de diversos tipos, sempre variando em 75,8%; e a Chuva de Prata 660ml, com 58%”.

O panetone – produto típico da época natalina – apesar de não ter ficado entre as dez maiores variações, apresentou diferenças consideráveis. O produto da marca Village Mega Chocolate de 700g, foi encontrado por R$ 14,90 e também por R$ 23,29, o que aponta variação de 56,03%. “Encontramos variação de 46,07% no Panetone Bauduco Chocottone de 750g, com preço maior em R$ 20,49 e menor em R$ 13,97”, afirma Ribeiro .
Entre os estabelecimentos pesquisados, na média geral, o Fort Atacadista (unidade da Av. Ernesto Geisel) apresentou os melhores preços. “Mas nenhum dos nove estabelecimentos oferecia todos os itens pesquisados. Note-se que apesar disso, todos, em alguns dos itens, apresentaram preços maiores”, ressalta o superintendente.
 

“Essas constatações reforçam a função da pesquisa do Procon/MS como uma referência sobre o mercado, assim, antes de sair de casa, o consumidor que consultar a pesquisa tem como saber o preço que está sendo praticado e pode, dessa maneira, optar por qualidade e preço que lhe seja mais conveniente”, orienta Ribeiro.
 

O Procon anunciou que uma nova pesquisa será divulgada no dia 21 de dezembro, com expectativa de preços mais baixos nesta próxima cotação.Confira a lista completa, com os 263 itens pesquisados. http:// (Arquivo em PDF)

Leia Também