Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PRODUTOS PRIMÁRIOS

Preços de commodities sobem 3,12%

Preços de commodities sobem 3,12%
02/01/2014 14:15 - Agência Brasil


Os preços das commodities, produtos primários com cotação internacional, fecharam 2013 em alta. De acordo com o Índice de Commodities Brasil (IC-Br), calculado mensalmente pelo Banco Central (BC), em dezembro, houve alta de 2,49%, na comparação com o mês anterior. No ano, a alta ficou em 3,12%.

O IC-Br é calculado com base na variação em reais dos preços de produtos primários (commodities) brasileiros negociados no exterior. O BC observa os produtos que são relevantes para a dinâmica dos preços ao consumidor no Brasil. Em dezembro, o segmento agropecuário (carne de boi, algodão, óleo de soja, trigo, açúcar, milho, café, arroz e carne de porco) apresentou aumento de 1,53%. As commodities do segmento de energia (petróleo, gás natural e carvão) tiveram alta de 6,10%, enquanto a dos metais (alumínio, minério de ferro, cobre, estanho, zinco, chumbo e níquel) registrou elevação de 3,31%.

O índice internacional de preços de commodities (CRB), calculado pelo Commodity Research Bureau, registrou alta de 2,40% em dezembro e de 6,97%, no ano passado.

Felpuda


Vêm aumentando que só os disparos de segmentos diversos contra cabecinha coroada que, até então, acreditava voar em céu de brigadeiro. O novo coronavírus chegou, ganhou espaço, continua avançando e atualmente tem sido o melhor cabo eleitoral dos adversários. A continuar assim, sem ações mais eficazes, o estrago político poderá ser grande. Observadores mais atentos têm dito que o momento não é de viver o conto da “Bela Adormecida”. Só!