Quarta, 13 de Dezembro de 2017

Preços de carros de luxo fabricados no Brasil não devem ficar mais baratos

13 JAN 2014Por carrobarato12h:30

As marcas de carros que lideram os sonhos de consumo dos brasileiros como BMW, Audi, Jaguar, Land Rover e Mercedes-Benz não terão o seu preço reduzido devido à fabricação em solo nacional.

Segundo analistas, os encargos locais vão substituir as taxas de importação mantendo o preço atual de mercado dos veículos de luxo. Os encargos locais ficam por conta de custos com matérias primas, mão de obra, água, logística, energia, demais componentes e impostos relevantes sobre equipamentos e maquinários que são de extrema importância para a instalação de uma nova fábrica.

Todos os custos refletem sobre os encargos que se tornam cada dia menos flexíveis para o bolso dos brasileiros que decidem em algum momento realizar o sonho de ter um carro mais aprimorado e de luxo.

Outros custos como a margem direcionada às revendas e os lucros que os fabricantes devem ter não são totalmente divulgados e são apontados como os principais motivos de alto custo no Brasil que é o principal país da América Latina que contribui com a maior parte desses impostos, segundo pesquisas que foram realizadas recentemente.

Segundo as próprias montadoras, algumas reduções estão sendo estudadas a fim de atingir os modelos mais acessíveis de mercado, porém não existem dados exatos. Segundo a BMW os modelos Série 1, Série 3, X1, X3 e o Mini Countryman devem permanecer com os seus preços atuais. Já a Mercedes anunciou que a produção do modelo Classe C é certa e que ocorrerá a cerca de um ano no Brasil. Sobre os encargos locais, a fabricante disse apenas que o buraco deixado pelos gastos como o investimento na implantação vai levar um tempo para ser coberto.

A Jaguar / Land Rover ainda não tem produto definido para a produção no país e ainda não pode se falar sobre preços. O modelo mais esperado para a fabricação é o Evoque que custa atualmente cerca de R$ 180 mil.

Leia Também