Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 19 de novembro de 2018

Preço de terrenos emperra programa habitacional de Lula

5 ABR 2009Por 20h:20
     

        Da redação

        Programas para reduzir o déficit habitacional esbarram na falta de terras para a construção dos conjuntos residenciais na Capital e no interior do Estado. Este é um dos gargalos do mega programa "Minha Casa, minha vida", de construir um milhão de moradias no País, sendo 12,4 mil em MS, lançado no mês passado pelo presidente Lula. Esta é a avaliação da coordenadora nacional do Movimento Nacional de Luta pela Moradia (MNLM), Edymar Fernandes Cintra. "Recursos existem, mas faltam áreas", afirmou. Segundo Edymar Cintra, a terra está muito cara. Áreas com boa infra-estrutura urbana já estão sendo cotadas de R$ 60 a R$ 140 o metro quadrado na Capital. Presidente da Emha, Paulo Mattos, confirma que o preço inviabiliza os empreendimentos nos vazios urbanos.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também