Sábado, 20 de Janeiro de 2018

Preço da arroba se torna nulo diante dos custos de produção

15 JUL 2008Por 16h:06
     

         

         

Em nota divulgada pela CNA, Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária, ficou constatado que produzir boi nunca foi tão caro como hoje em dia no Brasil. Apesar da valorização de 3,35% no preço da arroba do boi gordo, a renda do pecuarista não cobriu os custos de produção da atividade. Um dos fatores da elevação dos custos é a alta nos preços do suplemento mineral usado na alimentação do rebanho, de 8,57% em março, acumulando 48,25% no ano. Este representou 18,42% dos custos totais da pecuária nos três primeiros meses do ano. De março de 2003 a fevereiro deste ano, há uma defasagem de mais de 30% dos custos de produção em relação à valorização da arroba. Enquanto o custo operacional total subiu 63,19%, a arroba teve valorização de 27,22%. Esse aumento excessivo impacta diretamente no custo do pecuarista. Outro fator que tem impactado nos custos de produção da atividade pecuária é a reposição do rebanho, diante da valorização do bezerro e das fêmeas. A baixa oferta de bezerros elevou em 5,6% os preços de reposição.

Leia Também