quarta, 18 de julho de 2018

FESTA DE MOMO

Pré-carnavais na Capital têm data e local

11 JAN 2011Por Thiago Andrade00h:00

A contagem regressiva para o carnaval 2011 começou e as escolas de samba da Capital acertam os últimos detalhes para o desfile na Via Morena, que acontecerá nos dias 5 e 6 de março. Mas, antes disso, acontecerão os pré-carnavais, entre os dias 4 e 25 de fevereiro, em vários bairros (veja quadro). O lançamento oficial da festa será feito no dia 28 de janeiro, na Concha Acústica Família Espíndola, na Praça do Rádio, e contará com a presença da bateria da União da Ilha do Governador, escola do Grupo Especial do Rio de Janeiro.  

Com 10 escolas desfilando este ano, a Liga das Escolas de Samba de Campo Grande (Lienca) se reúne na quinta-feira para definir alguns pontos do regulamento para este ano, que deve incluir o número mínimo de integrantes para uma escola desfilar e como funcionará a inscrição para Rei Momo e Rainha. A revelação dos escolhidos será feita no dia do lançamento do carnaval.

Segundo Eduardo de Souza Neto, presidente da Lienca, o carnaval em Campo Grande está passando por uma fase de crescimento e profissionalização. “Quando encerramos a festa no ano passado, as escolas já começaram a se planejar e pesquisar para a criação dos enredos de 2011. É esse tipo de comprometimento que esperávamos”, elogia. O presidente brinca dizendo que depois do peru, do panetone e do estourar dos fogos de artifício, é a vez de pegar o pandeiro e seguir para a avenida.

Pontos Importantes
Continuando o processo de aperfeiçoamento, a Lienca planeja convidar profissionais de outros estados – não necessariamente do Rio de Janeiro – para ministrar oficinas de capacitação tanto para carnavalescos quanto para os jurados. “Ainda não temos um nome, mas estamos fazendo  levantamento. Como muitos estão ocupados com as atividades das próprias escolas, temos que pensar bem em quem poderíamos convidar”, descreve. De acordo com Eduardo, a carioca Regina Célia Passos é a responsável por fazer a ponte entre os carnavalescos cariocas e os profissionais de Campo Grande.

Entre o que será discutido na quinta-feira com os integrantes da Lienca, o número mínimo de integrantes é tido pela liga como um passo importante para a evolução do carnaval na Capital. “Vejo o desfile como uma grande ópera de rua. Para contar uma história precisamos de pessoas, de um mínimo delas. Sem isso, o espetáculo fica comprometido”, aponta o carnavalesco Francis Fabian, da Unidos da Vila Carvalho, escola campeã em 2010. Segundo o presidente da Lienca, espera-se fixar o número mínimo em 400 integrantes para as escolas do Grupo Especial.

Enredos
Eduardo antecipou para a reportagem do Correio do Estado os enredos das 10 escolas que participam do Carnaval 2011. Começando pelas integrantes do Grupo de Acesso, Herdeiros do Samba apresenta “Da mitologia à sabedoria, herança de todo dia”; Unidos do Aerorancho levará à avenida “Rastros de um boêmio”; Unidos do São Francisco optou por falar sobre “Mulheres” e a Unidos do Buriti tenta descobrir “Que país é esse?”.

Já no Grupo Especial, a Escola Cinderela Tradição do José Abrão escolheu como enredo “Meu sapato já furô, meu dinheiro já acabô e eu ainda vou sambar... Como é que pode?”; a Catedráticos do Samba mostra “Corumbá: passado, presente e futuro, no palco da folia traz sua história”; Tradicão do Pantanal faz uma “Viagem mascarada”; a Igrejinha apresenta “Monções: homens e remos em busca do ouro e esplendor. O Brasil cresceu por aqui”; Unidos do Bairro Cruzeiro relembra as raízes brasileiras com “Panteão dos orixás: Os deuses africanos e suas forças” e a Unidos da Vila Carvalho conta uma história sentimental com “O amor está no ar”.

“Vamos falar sobre todas as formas de amar, desde o amor superior de Deus ao criar o homem e a mulher aos amores de personagens como Romeu e Julieta, Dom Quixote e Dulcinéia, encerrando com o amor brasileiro de Lampião e Maria Bonita”, aponta Francis Fabian, da Escola de Samba Unidos da Vila Carvalho. O carnavalesco está ansioso para o desfile deste ano e acredita que será o maior carnaval que Campo Grande já viu.

Pré-carnavais 2011
04/02 – Pré-carnaval das escolas Unidos do Aerorancho e União do Buriti, no Bairro Aerorancho, em frente ao Parque Ayrton Senna

11/02 – Cinderela Tradição do José Abrão, no Conjunto José Abraão, na Praça central do Conjunto.

12/02 – Tradição do Pantanal, no Bairro Santo Amaro, local a confirmar.

18/02 – Catedráticos do Samba, na Vila Ana Maria do Couto, loca a confirmar.

18/02 – Unidos do Cruzeiro, no Bairro Estrela do Sul, no centro comunitário do bairro.

19/02 - Unidos da Vila Carvalho, na Vila Carvalho, no galpão da escola.

25/02 - Igrejinha e Unidos do São Francisco, no Bairro São Francisco, no espaço da escola.

Ingressos para São Paulo e Rio
Os desfiles das Escolas de Samba de São Paulo, programados para os dias 4, 5 e 6 de março, ainda contam com ingressos disponíveis para a maior parte dos setores do Sambódromo do Anhembi. A empresa responsável pelo serviço de venda é a Ingresso Fácil e os tickets podem ser obtidos via on-line pelo e-mail sac@ingressofacil.com ou pelo telefone 4003-2245. Os bilhetes para o setor J já se esgotaram, mas os camarotes do setor C ainda estão disponíveis. A retirada dos ingressos para o Carnaval de São Paulo 2011 será realizada a partir de fevereiro.

Rio de Janeiro
Os 24 mil ingressos disponíveis para os desfiles das escolas de samba do Grupo Especial do Carnaval 2011 do Rio de Janeiro esgotaram-se em cerca de meia-hora na manhã de ontem. Entretanto, como a comercialização acontece por telefone e só é confirmada após o pagamento que deve acontecer na quinta ou sexta-feira desta semana, ainda há possibilidade de conseguir um ingresso.

A Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) afirma que os bilhetes não pagos serão recolocados à venda no próximo dia 19. Quem ainda estiver interessado na compra e mora em Mato Grosso do Sul deverá utilizar o sistema call-center pelo telefone (0xx21) 3035-7676, com cobrança de taxa de administração. A venda dos ingressos para o sábado das campeãs irá ocorrer no dia 25 de janeiro, por meio do mesmo sistema.
 

Leia Também