Sábado, 21 de Abril de 2018

Prazo para destruir restos de algodão é adiado

25 AGO 2008Por 14h:50
     

 


        

A Secretaria de Produção (Seprotur) ampliou o prazo para que os produtores de algodão destruam os restos dos algodoeiros, conhecidos como soqueiras. Essa medida é obrigatória para evitar a proliferação do bicudo e o prazo foi adiado por conta das alterações climáticas que afetaram as lavouras. O prazo agora é até o dia 18 de setembro e é válida para produtores de Água Clara, Alcinópolis, Camapuã, Cassilândia, Chapadão do Sul, Costa Rica, Coxim, Figueirão, Pedro Gomes, Rio Verde de Mato Grosso, São Gabriel do Oeste e Sonora.

Leia Também