Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Chuvas

PR quer R$ 87,9 mi para reconstruir cidades afetadas

16 MAR 11 - 21h:00Terra

O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, sobrevoou, na tarde desta quarta-feira, as áreas atingidas pelas chuvas no litoral do Paraná. Além de verificar a situação, o ministro se encontrou com o governador Beto Richa (PSDB) para discutir a ajuda federal para o Estado. O pedido feito por Richa é de R$ 87,9 milhões para as ações emergenciais e recuperação das cidades destruídas.
 

Deste valor, R$ 55 milhões seriam encaminhados para Morretes, a cidade mais afetada pelas consequências das chuvas. O Paraná decretou estado de calamidade pública para Morretes e para Antonina. Houve quatro mortes em função das chuvas da semana passada, sendo três no litoral e uma na região sudoeste do Paraná.
 

Coelho garantiu que o governo federal vai enviar auxílio, mas "certamente não será neste montante". Ele deve analisar a situação até a próxima segunda-feira e os recursos devem ser depositados para o governo estadual até sexta-feira da semana que vem.


As chuvas causaram deslizamentos de terra, enxurradas e alagamentos. Será necessária a limpeza de diversas comunidades, a retirada definitiva de famílias em áreas de risco, construção de casas para estas pessoas e aquelas que perderam tudo e a reconstrução de infraestrutura.


De acordo com a Defesa Civil Estadual, quase 31 mil pessoas foram afetadas pelas chuvas, com 14.363 mil desalojadas, 2.487 mil desabrigadas e 581 que ainda permanecem em abrigos. São quatro mortos e 221 pessoas feridas. Houve a destruição de 211 casas e outras 3.006 ficaram danificadas. Os municípios de Guaratuba e Paranaguá decretaram situação de emergência.
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Tarcísio, ministro da Infraestrutura, vira queridinho de Jair Bolsonaro

BRASIL

Em resposta a Bolsonaro, Maia diz que presidente é quem agride nas redes sociais

Júri condena dois acusados de atacar judeus em 2005 em Porto Alegre
BRASIL

Júri condena dois acusados de atacar judeus em 2005 em Porto Alegre

BRASIL

Brumadinho: sobe para 212 o número de mortos identificados em tragédia

Mais Lidas