Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PARANÁ

PPS expulsa 2 prefeitos e 31 vereadores por infidelidade

PPS expulsa 2 prefeitos e 31 vereadores por infidelidade
28/03/2011 21:45 - Folha


Em nota divulgada nesta segunda-feira, o PPS do Paraná comunica a expulsão de 37 filiados por infidelidade partidária.

Segundo o partido, os expulsos contrariaram resolução do Diretório Nacional do partido e apoiaram candidatos de outras legendas nas eleições de 2010.

Ao todo, foram obrigados a sair do partido dois prefeitos, quatro vice-prefeitos e 31 vereadores do Paraná.

O partido afirmou que esse foi o "primeiro julgamento realizado no país e que ações semelhantes devem ocorrer em outros diretórios estaduais e fazem parte do processo de reestruturação e fortalecimento do partido".

De acordo com o presidente do PPS no Paraná e líder do partido na Câmara, deputado federal Rubens Bueno, o julgamento do Conselho de Ética foi o ponto de partida para a preparação da legenda para as eleições municipais de 2012 no Estado.

"Após o resultado, vamos percorrer todas as regiões para restabelecer diretórios e preparar o partido para as eleições de 2012. Não nos interessa manter em nossos quadros pessoas que não tem compromisso com o projeto do partido", disse Bueno.

Felpuda


Em uma das eleições em MS, candidato já oficializado na convenção corria o trecho para conquistar os eleitores. Mal sabia, porém, que time do seu partido e de aliados estava tramando sua derrubada para emplacar substituto que teria mais votos. Por muito pouco, o dito-cujo não foi guilhotinado, conseguindo salvar o pescoço. Agora tudo indica que o mesmo processo estaria em andamento e seria mais fácil, pois a “vítima” desta vez ainda é só pré-candidato. Dizem que a “turma da trairagem” tem know-now no assunto.