Segunda, 25 de Junho de 2018

Poupança tem captação recorde de R$ 3,65 bi no primeiro trimestre

7 ABR 2008Por 21h:40
     

        As cadernetas de poupança registraram a maior captação para um primeiro trimestre desde 1997, segundo dados divulgados nesta segunda-feira pelo Banco Central. De janeiro a março, os depósitos superaram as retiradas de recursos em R$ 3,65 bilhões, crescimento de 24% sobre o mesmo período de 2007.

         

        Em março, os depósitos (R$ 97,89 bilhões) superaram as retiradas (R$ 96,80 bilhões) em R$ 1,08 bilhão, pouco abaixo do registrado em março do ano passado, quando o saldo positivo estava em R$ 1,54 bilhão. Os depósitos em cadernetas de poupança são uma das fontes de financiamento para a compra da casa própria. Quanto mais recursos nessa modalidade de investimento, mais crédito para o setor habitacional. Os números do BC incluem também a poupança rural.

         

        O total dos depósitos apresenta uma elevação não só por conta da captação líquida, mas também porque esses recursos sofrem acréscimos dos rendimentos. A captação líquida e os rendimentos creditados no mês passado, no valor de R$ 1,226 bilhão, elevaram o saldo total dos depósitos em poupança para R$ 242,603 bilhões, dos quais R$ 192,835 bilhões no Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), R$ 49,755 bilhões na poupança rural e R$ 12,966 bilhões na poupança vinculada.

         

        (Com informações da Folha Online)

Leia Também