Segunda, 19 de Fevereiro de 2018

PREVENÇÃO

Postos de saúde de Campo Grande estão sem vacina contra a meningite

8 NOV 2010Por MICHELLE ROSSI23h:58

Após 14 dias do início da aplicação, os postos de saúde de Campo Grande já estão sem as doses da vacina contra a meningite do tipo meningocócica C, forma mais grave da doença, nos postos de saúde da Capital. A informação foi confirmada pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesau).

Segundo consta, as doses se esgotaram rapidamente e nova remessa deve chegar a Mato Grosso do Sul até o fim de novembro. Não há informações contabilizadas sobre a disponibilidade da vacina no interior do Estado.

Desde o dia 26 de outubro, as doses eram oferecidas na rede pública. Antes, a opção de vacinação era nos hospitais particulares. Cada dose chegava a custar R$ 200.

No primeiro lote, o Ministério da Saúde enviou a Mato Grosso do Sul um total de 10 mil doses, ficando 2 mil delas em Campo Grande. A vacina se esgotou nesse fim de semana nos postos da Capital.

De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado (SES), que recebe as doses do Ministério e as repassa para os municípios, a grande procura surpreendeu, mas como não há uma campanha de vacinação contra a meningite do tipo meningocócica C, não há motivo para pânico. "Essa vacina estará disponibilizada nos postos de saúde permanentemente e faz parte agora do calendário de vacinação, portanto, vamos receber os lotes para suprir as necessidades da população do Estado e isso acontecerá de forma gradativa", disse a diretora estadual de Vigilância e Saúde da SES, Bernadete Gomes.

A diretora informou que os lotes serão enviados mensalmente ao Estado e devem permanecer na cota de 10 mil doses, cálculo feito em cima do número de aptos a tomarem a vacina, que em Mato Grosso do Sul, chega a 41.228 mil crianças.

Podem tomar a vacina crianças de 3 meses a 2 anos. A primeira dose é aplicada quando a criança está com três meses, a segunda aos cinco meses e a terceira (dose reforço) ao completar um ano. Embora o Ministério da Saúde tenha estabelecido as idades para aplicação da vacina, pais das crianças de até 2 anos (que não tenham 3 ou 5 meses e nem entre 1 e 2 anos) podem procurar as unidades de saúde e se informar como proceder em cada caso. Desde o início do ano até o momento, 12 pessoas morreram em Mato Grosso do Sul vítimas de meningite, enquanto 161 casos foram notificados. Em 2009, foram 29 mortes no Estado durante todo o ano, com 300 notificações.

Leia Também