quarta, 18 de julho de 2018

CLASSE B

Postos bancários são mais procurados, diz pesquisa

24 FEV 2011Por INFOMONEY16h:04

Entre os brasileiros da classe B, 53,6% utilizam correspondentes bancários para pagar contas. Os dados são do Instituto de Pesquisas Fractal, divulgados nesta quinta-feira (24).

No entanto, de acordo com o diretor presidente da Fractal, Celso Grisi, nas camadas sociais com renda inferior a R$ 800, o uso de correspondentes bancários é mais intenso.

Segundo o levantamento, no geral, 97% dos brasileiros utilizam até quatro vezes por semana os serviços dos correspondentes bancários.

Para a realização do estudo, foram entrevistadas 8.722 pessoas, com renda individual mensal entre R$ 250 e R$ 4 mil, em 35 cidades brasileiras.

Motivos
A pesquisa aponta que 90,9% dos participantes responderam que utilizam os correspondentes bancários devido à agilidade e velocidade na prestação de serviços. Logo em seguida vem a boa qualidade do atendimento ao usuário, com 83,5% das respostas.

Além disso, 72,3% dos respondentes disseram que usam os agentes devido ao horário de atendimento, que é superior ao dos bancos. Já 52,3% disseram que utilizam os correspondentes por ser mais próximo à residência.

Segundo o estudo, os correspondentes bancários são uma alternativa de distribuição dos serviços capilarizados que representam uma política de bancarização inclusiva, com custos compatíveis ao risco e ao potencial de rentabilidade desse mercado.

"Os grandes bancos viram nos correspondentes a oportunidade de oferecer serviços de melhor qualidade às populações carentes, com a redução do tempo de espera em filas, facilitando, inicialmente, seus pagamentos e recebimentos", explicou Grisi.

Leia Também