Portuguesa lamenta futebol abaixo da média na derrota em Campinas

Portuguesa lamenta futebol abaixo da média na derrota em Campinas
26/08/2012 08:16 - terra


A Portuguesa amargou o fim da invencibilidade de oito rodadas no Campeonato Brasileiro. Na derrota deste sábado à noite contra a Ponte Preta, elenco e comissão técnica do time da capital paulista concordaram: o rendimento em campo foi decepcionante.

"Não jogamos o futebol do nível das partidas anteriores, principalmente na marcação, levamos gols bobos. Também tínhamos espaço para trabalhar melhor as jogadas e não aproveitamos. Infelizmente não jogamos no mesmo nível de antes", lastimou o técnico Geninho.

Homem de confiança do treinador em campo, o goleiro Dida concordou com a análise do comandante. Sem força no contra-ataque, a Portuguesa acabou pressionada pela Ponte Preta principalmente na etapa complementar e foi castigada com o gol de Giancarlo que definiu o confronto aos 38 minutos da etapa complementar.

"Não foi o jogo que esperávamos, jogamos bem abaixo, dava para ter dado um pouco de gás no segundo tempo, não sei se cansamos, não teve tanto toque de bola, com muitos erros de passe", disse Dida.

A Portuguesa encerrou o primeiro turno do Campeonato Brasileiro na 14ª colocação, com 22 pontos. Agora, direciona suas atenções para o clássico de quarta-feira contra o Palmeiras, no estádio do Canindé.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".