Sexta, 23 de Fevereiro de 2018

Portugal corta mais da metade dos vistos de trabalho

15 MAI 2009Por 17h:03
     

         

O governo de Portugal anunciou que reduziu em mais da metade a cota de imigrantes de fora da União Europeia que poderão entrar legalmente no país para trabalhar este ano. Segundo o ministro da Solidariedade Social, José Vieira da Silva, essa decisão foi tomada por causa da crise econômica. Com isso, o número de imigrantes que terão a possibilidade de entrar em Portugal com visto de trabalho cairá de 8,6 mil em 2008 para 3,8 mil em 2009.

Com informações da Folha Online

Leia Também