Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Portaria obriga produtor a declarar equinos

2 SET 10 - 20h:50
ADRIANA MOLINA

Os produtores rurais de Mato Grosso do Sul deverão declarar o rebanho de equinos à Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro) até 20 de dezembro. A declaração é obrigatória tanto para animais de comercialização, quanto de tropa de trabalho e não tem nenhum custo aos criadores, conforme portaria publicada ontem no Diário Oficial do Estado.
Após esta data, o cadastramento de animais com idade superior a 6 meses será condicionado a apresentação de exame de anemia infecciosa equina. São considerados equídeos para o cadastro: cavalos, pôneis, jumentos, burros e mulas.

Finalidade
Segundo a coordenadora do Programa Nacional de Sanidade dos Equinos, Noirce Lopes, o cadastro tem como finalidade a atualização do banco de dados da Iagro, que está com números muito aquém da realidade. “A Iagro não tem conhecimento de todos os equinos que existem em MS e essa é uma informação importante no combate de algumas enfermidades. Se ocorrer foco de alguma doença numa região, não sabemos a proporção que isso poderá ter”, explica.
Atualmente a agência se baseia em dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2006 para calcular o rebanho equino, que está em torno de 420 mil cabeças.
A Iagro esclarece ainda que a exigência de exame de anemia aos que forem cadastrados após 20 de dezembro não está associada a nenhuma campanha de localização e sacrifício de animais com a doença, que hoje está disseminada em grande parte do rebanho do Estado.
No Pantanal, cerca de  40% dos animais estão contaminados. A região responde por 43% dos casos do Estado.
“No Pantanal há propriedades onde todos os animais estão com anemia. Como não há sintomas, os fazendeiros continuam usando-os e a doença é espalhada por saliva e suor nos freios e demais acessórios para outros animais”, diz o presidente da Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul (Acrissul), Francisco Maia.
A anemia infecciosa equina é uma doença incurável, infectocontagiosa, causada por retrovírus que sofre constante mutação genética. Por esse motivo não há vacinas nem tratamento.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Festival América do Sul <BR>terá rock e sertanejo
CULTURA

Festival América do Sul terá rock e sertanejo

ILEGAL

Ministério da Justiça recomenda denunciar vendas casadas em bancos

Secretário diz que atrelar juros a outros serviços pode ser irregular
CLÁUDIO HUMBERTO

Eu só quero transparência, tá ok?

Confira o seu astral para esta quinta-feira
ASTRAL

Confira o seu astral para esta quinta-feira

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião