sábado, 21 de julho de 2018

Fotografia

Portal Correio do Estado premia melhores fotos

7 JAN 2011Por Thiago Andrade00h:00

Os autores das três imagens mais votadas no concurso fotográfico “Campo Grande feliz num clique”, promovido pelo Portal Correio do Estado, tiveram os nomes divulgados pelo organizador. Em primeiro lugar, com 152 votos, ficou o estudante de Publicidade e Propaganda Nicolas Carrelo Cabral; em segundo, a estudante do terceiro ano do Ensino Médio, Carolina Fregolente Karimata, com 129 votos; e, em terceiro, o funcionário público estadual Leandro Silveira dos Santos. As fotografias premiadas mostram a Capital em enquadramentos inusitados, revelando a beleza da cidade em imagens que vão do minimalismo de detalhes, como um banco no Horto Florestal, ao Parque das Nações Indígenas em um enquadramento inusitado.

Os internautas puderam votar em uma das 20 imagens selecionadas por equipe do Correio do Estado – formada por um integrante da diretoria, um fotógrafo e dois jornalistas – até a última segunda-feira. No total, o concurso contou com a participação de 50 fotógrafos amadores – cada um podendo inscrever até três fotos – o que resultou em 147 fotografias inscritas. Segundo um dos diretores do Correio do Estado, Marcos Alves Rodrigues, a qualidade do material enviado foi um dos maiores motivos de satisfação em relação ao concurso. A criatividade dos inscritos também chamou atenção, com fotos fugindo de enquadramentos e temas convencionais, preferindo espaços públicos, natureza, pessoas e acontecimentos urbanos.

O vencedor da votação on-line ganhará crédito para um fim de semana em Bonito com um acompanhante, durante baixa temporada, no Hotel Pousada Arizona; um notebook será dado ao segundo colocado e crédito para almoço com acompanhante no restaurante Indez Grill para o terceiro. Para quem quiser conferir as imagens que participaram do concurso, basta acessar o site do portal em www.correiodoestado.com.br/promocao. “As fotos ganhadoras valorizam a Capital e oferecem novos olhares sobre as belezas da cidade. Como era a pretensão do concurso, conseguimos valorizar tanto os usuários do Portal do Correio do Estado, assim como a cidade cheia de belezas que é Campo Grande”, pontua Marcos.

Conheça os vencedores
Nicolas Carrelo Cabral comprou a primeira câmera fotográfica digital aos 13 anos. Desde então não parou mais de clicar tudo que aparecesse em sua frente. Como acontece com todo jovem que tem interesse em se tornar um fotógrafo profissional, passou a buscar equipamentos cada vez melhores, assim como procurou trabalhar ao lado de bons profissionais para aprender o máximo possível. Hoje, aos 19 anos, cursa Publicidade e Propaganda em universidade da Capital e estagia no estúdio de um dos grandes fotógrafos da cidade. “A paixão por fotografia veio cedo, desde então venho aprimorando minha técnica”, descreve o estudante.

Contrariando as expectativas do chefe do Departamento Fotográfico do Correio do Estado, o repórter fotográfico Valdenir Rezende, que esperava que as fotos deixassem um pouco de lado o Parque das Nações Indígenas, Nicolas optou por escolher um novo ângulo do local. “Tenho um amigo que mora em edifício ali perto do parque. Sempre que visitava, eu via que poderia dar uma ótima fotografia. A ideia era retratar um lugar famoso, mas sob outro olhar”, explica o jovem fotógrafo, que usou uma Canon 60D para o registro. Ele, que começou a cursar Direito, mas desistiu para estudar algo mais relacionado à fotografia, tem planos de se especializar na área em São Paulo. “Mas são planos futuros ainda”.

Os jovens tomaram conta das duas primeiras colocações. Em segundo lugar, Carolina Fregolente Karimata cursa o terceiro ano do Ensino Médio e tem 16 anos. A fotografia premiada, na qual retrata os bancos do Horto Florestal, foi feita após um curso de dois dias no Museu da Imagem e do Som (MIS). “É um curso básico para iniciantes. Ao final das aulas, resolvemos praticar um pouco no parque. Tive a ideia na hora e quando soube do concurso, resolvi usar a foto”, conta. A escolha chama a atenção pela criatividade e por mostrar que mesmo por meio de um banco em um parque é possível reconhecer Campo Grande.  A jovem também se mostrou feliz com o prêmio. “Eu queria mesmo ficar em segundo lugar. Seria inviável viajar e estava precisando de um notebook”, comemora.

Em terceiro lugar ficou Leandro Silveira dos Santos, que trabalha como funcionário público estadual e tem a fotografia como hobby há mais de 20 anos. “Gosto muito de fotografar e levo a atividade a sério. Comprei uma câmera semi-profissional, uma Canon T2i, e tenho feito inúmeras imagens com ela. Quando soube do concurso, decidi tirar um dia para fazer imagens da cidade. Estava próximo à Via Morena quando percebi o arco-íris. Foi uma foto de momento, fiquei feliz com o resultado”, pontua.

Ele chama a atenção para a iniciativa do Portal do Correio do Estado, que segundo ele mostrou novas perspectivas da Capital.

Leia Também