quinta, 19 de julho de 2018

ORGULHO

Por novo triunfo no clássico mineiro, Cuca ignora tabu

10 FEV 2011Por ESTADÃO00h:00

O tabu de três anos - e o oito jogos - sem perder para o seu maior rival no Campeonato Mineiro é fator de orgulho para a torcida cruzeirense. O técnico Cuca, porém, não quer saber de história e deseja ver o time ligado o tempo todo no clássico do próximo sábado, em Sete Lagoas, contra o Atlético-MG.

"Durante a semana sim (o tabu conta), mas na hora que o juiz apitar, que tiver aquele sol de 35ºC o cara não vai pensar no tabu. Não vamos pensar em passado senão a bola entra contra. Se não remarmos, o barquinho para. Temos que remar durante o jogo", comentou o treinador.

O tabu poderia ser maior ainda, não fossem duas derrotas recentes do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro. Em 2009, perdeu no primeiro turno por 3 a 0. Já no ano passado, no segundo turno, foi derrotado por 4 a 3. Antes disso, a equipe celeste mantinha uma invencibilidade, no nacional, desde 2004.

O goleiro Fábio, atleta do atual elenco que mais enfrentou o Atlético-MG, com 24 partidas disputadas, mantém bom retrospecto no clássico: venceu 15 vezes, empatou cinco e só perdeu quatro vezes.

"Eu estou vivendo momentos muito felizes e dentro do clássico não é diferente. Tive algumas dificuldades, mas, graças a Deus, ao longo desses últimos três anos, apenas ano passado saí derrotado. É importante ter uma soma positiva em clássicos, são números importantes e estou aproveitando cada oportunidade que tenho de entrar em campo", comemorou o goleiro, que renovou contrato com o Cruzeiro até 2016.



Leia Também