segunda, 16 de julho de 2018

Assista

Por cabeçada ''à la Zidane'', Eto'o será julgado na Itália

22 NOV 2010Por Terra16h:45

A Federação Italiana de Futebol (FIGC) investigará o lance da partida entre Chievo e Inter, no último domingo, no qual o atacante Samuel Eto'o desferiu uma cabeçada no esloveno Bostjan Cesar. A entidade solicitou nesta segunda-feira as imagens de TV que mostram a agressão do camaronês, que acabou não sendo punido pelo árbitro Gianluca Rocchi, que não viu a jogada.

O incidente ocorreu durante a derrota por 2 a 1 da Inter de Milão para o Chievo, no domingo, pelo Campeonato Italiano. O lance lembrou a cabeçada de Zinedine Zidane em Marco Materazzi na final da Copa do Mundo de 2006. Naquela ocasião, no entanto, o francês acabou expulso pelo árbitro Horacio Elizondo.

Para o presidente da associação de juízes da Itália, Marcelo Nicchi, o árbitro da partida não teve culpa ao não perceber a cabeçada de Eto'o.

"Foi provavelmente um momento de relaxamento e fomos pegos de surpresa. O jogo foi interrompido e, obviamente, neste momento houve o descuido. Eto'o teve uma atitude ruim. Ele é um grande profissional e um jogador maravilhoso. Honestamente, não sei o que passou na cabeça dele", analisou Nicchi.

Correndo o risco de ser punido por duas ou três partidas, Eto'o vai receber o veredicto já nesta terça, por intermédio do juiz esportivo Giampaolo Tosel.

Leia Também