Quarta, 24 de Janeiro de 2018

Por apoiar PMDB, Mariano poderá ser expulso do PT

21 JUN 2008Por 19h:45
     

 

 

O ex-presidente regional do PT, Mariano Cabreira, corre o risco de ser expulso do partido porque irá fazer campanha para a reeleição do prefeito Nelsinho Trad (PMDB). Até o início da tarde, nenhum integrante da legenda oficializou o pedido de expulsão, mas o presidente regional da sigla, deputado estadual Amarildo Cruz, revelou que já ouviu relatos de vários correligionários, que prometem acionar o Conselho de Ética e pedir a cabeça do ex-dirigente petista.

Segundo Mariano, fatos que ocorreram no processo de escolha do representante do PT na briga pela sucessão da prefeitura da Capital é que o levaram a se licenciar do partido. "Em uma reunião do PT, uma pessoa sugeriu para o Pedro Teruel me oferecer a vice em troca da minha desistência. Então, o deputado disse na minha cara que eu não somaria em nada. Portanto, vou ajudar quem me quer", afirmou.

        O fato de ter um petista infiltrado entre os rivais políticos, não preocupa o PT. "Isso não vai comprometer o partido", opinou Amarildo. Para o comandante da sigla no Estado, a atitude de Mariano é a prova de que o PT acertou ao não aprovar a candidatura de Mariano a prefeito.

Leia Também