Segunda, 22 de Janeiro de 2018

Por afinidades, André prefere apoiar candidato do PSDB na disputa pela sucessão presidencial

22 JUN 2009Por 23h:59
     

        Lidiane Kober

         

O governador André Puccinelli (PMDB) prefere apoiar o candidato do PSDB à Presidência da República à ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff (PT) e, até prometeu derrotar toda a chapa majoritária do PT, caso a legenda decida enfrentá-lo. Nem o senador Delcídio do Amaral (PT), com quem vem negociando apoio, escapou da ameaça. "Se nós nos coligarmos com eles (PSDB), que se cuidem o lado de lá (PT), que vou fazer o governador e dois senadores", declarou Puccinelli, durante reunião do Bloco Democrático Reformista (BDR), que une PSDB, DEM e PPS na disputa pela sucessão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Antes da visita da cúpula do BDR, composta pelos presidentes nacionais dos partidos - senador Sérgio Guerra (PSDB-PE), deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Roberto Freire (PPS-PE) - Puccinelli vinha declarando seu interesse em apoiar Dilma.

Leia Também