quinta, 19 de julho de 2018

População de Campo Grande aprova lei que proíbe fumar em recinto coletivo

28 FEV 2010Por 09h:12
     

        Da redação

         

A proibição do consumo de produtos fumígeros oriundos do tabaco, em recintos de uso coletivo tem recebido boa aceitação entre os campo-grandenses. A confirmação foi observada em enquête sugerida pelo site da Câmara Municipal que mostrou que pelos menos 86% da população concorda com a lei, que foi sancionada em 31 de dezembro de 2009, pelo prefeito Nelson Trad Filho (PMDB).

Embora, a pesquisa demonstre a preocupação dos moradores da cidade, em zelar pelo seu próprio bem-estar, a enquête revelou também que uma parcela de 2% acha a determinação ruim e 13% são indiferentes a nova lei. A proposição que deve ser regulamentada até o dia 30 de março foi proposta pelo presidente da Casa de Leis vereador Paulo Siufi (PMDB) e pelos parlamentares Dr. Jamal Salem (PR) e João Rocha (PSDB).

Conforme o texto, a lei será válida em locais como ambientes de trabalho, de estudo, de cultura, de culto religioso, de lazer, de esporte ou de entretenimento, além de áreas comuns de condomínios, casas de espetáculos, teatros, cinemas, bares, lanchonetes, boates, restaurantes, praças de alimentação, hotéis, pousadas, centros comerciais, bancos e similares, supermercados, açougues, padarias, farmácias e drogarias, repartições públicas, instituições de saúde, escolas, museus, bibliotecas, espaços de exposições, veículos públicos ou privados de transporte coletivo, viaturas oficiais de qualquer espécie e táxis.

Com informações do Portal da Câmara Municipal

         

Leia Também