Segunda, 11 de Dezembro de 2017

Capital

Policial militar mata Pit Bull que atacava homem em ponto de ônibus

8 JAN 2014Por Gabriel Maymone17h:30

Um cachorro foi morto a tiros e outro ficou ferido, ambos da raça Pit Bull, depois de atacarem um homem de 52 anos, na tarde desta quarta-feira (8), na Avenida Mascarenhas de Morais, altura do Bairro Coronel Antonino, em Campo Grande.

Segundo relatado por testemunhas à polícia, os animais perseguiam uma mulher que estava com um bebê no colo e uma criança. A mulher correu em direção a um ponto de ônibus, onde subiu no banco para se proteger.

Os cachorros pegaram um saco de pipoca que estava na mão da criança e, em seguida, partiram para o ataque ao homem, que estava sentado no ponto. Conforme as testemunhas, os cachorros derrubaram a vítima no asfalto e a atacaram com mordidas na cabeça, braços e pernas.

Um policial militar que estava passando pelo local interviu na situação e efetuou um disparo, mas os cachorros se assustaram e partiram em direção a outra pessoa que passava pelo local. O PM, então, atirou mais vezes, matando um dos animais e deixando o outro ferido.

A vítima foi socorrida com ferimentos leves e encaminhada para o Pronto Socorro do Coronel Antonino. O proprietário dos animais viu toda a cena. Esta é a segunda vez que os cachorros dele se envolveram em confusão. Ele foi encaminhado para a delegacia e assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). Ele responderá por lesão corporal culposa, quando não há intenção, pois o caso caracteriza-se como omissão. 

Leia Também